Hiato, curta-metragem e FUNKY FOREST!

Deixe um comentário

Caros leitores do PELÍCULA RAIVOSA, como vocês já puderam reparar, estamos atualizando cada vez menos o blog, e decidi oficializar nosso hiato (por tempo indeterminado) através deste post, em consideração àqueles que possam ter o hábito de acessar este espaço de tempos em tempos.

Estamos dando uma pausa nas atividades, pois ultimamente não temos tido tempo para escrever as resenhas; mas não estamos abandonando o blog, apenas nos dedicando a outros projetos que no momento ocupam completamente nosso tempo livre.

Nesse meio tempo ocorreram muitas mostras e sessões de cinema em que estivemos presentes, mas que infelizmente não pudemos comentar ou divulgar por aqui, muitas delas realizadas por amigos que tivemos o prazer de conhecer justamente por causa deste nosso espaço virtual.

Tenho também que deixar registrado aqui que nosso incansável colaborador, o Batata, resolveu botar a mão na massa e dirigir seus próprios filmes, de forma totalmente independente. Aproximadamente dois meses atrás gravamos um curta-metragem, ainda sem título definido, que agora está em fase de pós-produção, no qual eu tive o prazer de dividir a tela com nosso amigo Magnum Borini (que por sua vez apresenta o NA FILA DO SHOW, micro programa veiculado pelo Youtube, assistam!). Infelizmente ainda não há um trailer ou teaser do curta pronto para ilustrar esta postagem, mas adianto a todos que sangue não falta na história!

Por fim, vou finalizar o post com alguns trechos de um filme ABSURDAMENTE SENSACIONAL, recomendação de Ivo Muniz e do próprio Batata, chamado FUNKY FOREST, dirigido por Katsuhito Ishii em 2005, com (o onipresente) Tadanobu Asano e Hideaki Anno no elenco. Mais WTF do que isso, estou para ver!

Twitter

Tumblr

ABRAÇOS A TODOS!

Anúncios

Cinema de Bordas – 3ª edição

Deixe um comentário

Começa hoje a 3ª edição da mostra Cinema de Bordas no Itaú Cultural, uma ótima oportunidade para os cinéfilos paulistas prestigiarem o trabalho de realizadores independentes brasileiros. Este ano teremos a exibição de 18 obras, entre curtas e médias, contando tanto com filmes recentes quanto com alguns mais antigos.

Na noite de abertura da mostra será apresentada uma prévia de A NOITE DO CHUPACABRAS, o tão aguardado novo filme de Rodrigo Aragão, diretor do já clássico MANGUE NEGRO (apresentado na 1ª edição da mostra, em 2009) e os novos curtas de Joel Caetano e Coffin Souza, ESTRANHA e A PAIXÃO DOS MORTOS, respectivamente; este último estrelado pela nova musa do underground nacional, Gisele Ferran.

Serão exibidos também EXTREMA UNÇÃO, novo curta de Felipe M. Guerra, e o mais recente  filme de Petter Baiestorf , O DOCE AVANÇO DA FACA. Como já é de costume, haverá palestra com os curadores Bernadette Lyra, Gelson Santana e Laura Cánepa no primeiro dia do evento, e também bate-papos com alguns dos diretores ao longo da mostra.

Destaco também na seleção os filmes ROQUÍ – O BOXEADOR DA AMAZÔNIA, de Renato Dib, estrelando Aldenir Coti, mais conhecido como “Rambo da Amazônia”, astro da série de filmes RAMBÚ, e os mais antigos MUSEU DE CERA, de Pedro Daldegan e O LOBISOMEM DA PEDRA BRANCA, de José Denísio Pereira, ambos da década de 80, que parecem muito interessantes.

Enfim, diversão garantida para quem gosta de fugir do lugar comum e aprecia o ótimo cinema independente brasileiro.

O Itaú Cultural fica situado na Av. Paulista, 149 (próximo à estação Brigadeiro do metrô). Entrada franca. Vejam a programação completa AQUI.

Overdose de Takashi Miike durante o mês de Abril!

Deixe um comentário

Decidimos homenagear alguns grandes cineastas aqui no blog, e achamos que a melhor forma de fazer isso é dedicar (quase exclusivamente) um mês inteiro de resenhas para cada um deles.

Pensamos inicialmente em abordar a obra de José Mojica Marins, mas como muitos de seus filmes são raros e difíceis de encontrar, decidimos pesquisar um pouco mais para não ficarmos limitados a falar somente sobre os trabalhos mais vistos do pai do horror nacional.

Portanto, achamos melhor começar o mês de Abril por algum outro nome de nossa lista de diretores preferidos (que inclui gente do calibre de Jess Franco, Alejandro Jodorowsky, Ivan Cardoso, John Waters, Shinya Tsukamoto, Dario Argento e muitos outros…), falando sobre o mais prolífico realizador japonês da atualidade, o controverso Takashi Miike.

TAKASHI MIIKE

Takashi Miike nasceu em 24 de Agosto de 1960 em Yao, no Japão. Aos 18 anos de idade se inscreveu no Institute of Cinema and Television em Yokohama, fundado pelo renomado diretor Shohei Imamura. Mesmo não sendo um aluno assíduo, foi indicado pelo instituto para um trabalho de assistente de produção não remunerado em um estúdio de TV local, e passou a próxima década executando diferentes trabalhos para a televisão, até se tornar assistente de direção em estúdios cinematográficos, tendo trabalhado inclusive com o próprio Shohei Imamura. Com a explosão do chamado V-Cinema (produções lançadas diretamente em vídeo) no início da década de 90, Miike teve sua chance de começar a dirigir seus próprios filmes, contando sempre com orçamento reduzido e trabalhando majoritariamente em filmes de ação, visando retorno financeiro rápido para as novas produtoras que contratavam diretores estreantes. O primeiro de seus filmes a ser exibido em cinemas no Japão foi SHINJUKU TRIAD SOCIETY, de 1995, e o primeiro filme a garantir reconhecimento e exposição internacional ao diretor foi AUDITION, de 1999.

Mais conhecido por abordar temas violentos e explícitos em seu trabalho, Miike por muitas vezes surpreende seus fãs, realizando obras de aventura infantil, filmes voltados para o público infanto-juvenil e até mesmo dramas. Para quem se interessar por sua sempre crescente filmografia, sugiro dar uma olhada na lista de seus mais de 80 filmes AQUI, produzidos ao longo dos últimos 20 anos.

Em tempo: nosso primeiro post foi justamente sobre uma das melhores obras de Miike, o transgressor e experimental VISITOR Q, de 2001.

Mostra “Mojica 24 horas – Zé do Caixão”, Virada Cultural 2011

Deixe um comentário

O grande mestre do horror nacional, José Mojica Marins, será homenageado na Virada Cultural 2011 (que acontece em São Paulo nos dias 16 e 17/04), com a exibição ininterrupta de algumas de suas principais obras ao longo de 24 horas no Cine Windsor, situado na Av. Ipiranga, 9740.

É uma boa oportunidade de ver na telona a trilogia formada por À MEIA-NOITE LEVAREI SUA ALMA, ESTA NOITE ENCARNAREI NO TEU CADÁVER e finalizada por sua produção mais recente, ENCARNAÇÃO DO DEMÔNIO. Além da trilogia, serão exibidos 03 curtas na primeira sessão (ainda não obtive informação de quais serão as obras, quando confirmar adicionarei ao post), assim como os clássicos absolutos O DESPERTAR DA BESTA (RITUAL DOS SÁDICOS), O ESTRANHO MUNDO DE ZÉ DO CAIXÃO e DELÍRIOS DE UM ANORMAL.

Serão exibidas 14 obras no total, e além dos trabalhos realizados pelo diretor, haverá a exibição de O PROFETA DA FOME, dirigido por Maurice Capovilla e protagonizado por Mojica, no qual ele vive o papel de Ali Khan, personagem inspirado no faquir Silk, seu amigo na vida real e A ESTRANHA HOSPEDARIA DOS PRAZERES, que apesar de ter sido dirigido por Mojica, foi inicialmente creditado a Marcelo Motta, um de seus alunos na escola de cinema e interpretação, como forma de tentar alavancar a carreira cinematográfica de seu discípulo, segundo o próprio.

Claramente, a mostra não se limita a exibir filmes somente com o personagem do coveiro Zé do Caixão, mas como já ocorreu tantas outras vezes, o nome da criação mais famosa de José Mojica Marins foi usado para garantir a presença do público, que por vezes confunde criatura com criador, evidenciando a força deste mítico personagem que já faz parte da cultura popular brasileira.

Meu primeiro encontro com o Mestre!

Segue a programação da mostra:

Mojica 24 Horas – Mostra Zé do Caixão:

18h – Sessão de curtas (03 Filmes)

20h – A SINA DO AVENTUREIRO

22h – O DESPERTAR DA BESTA (RITUAL DOS SÁDICOS)

00h – À MEIA-NOITE LEVAREI SUA ALMA

02h – ESTA NOITE ENCARNAREI NO TEU CADÁVER

04h – O ESTRANHO MUNDO DE ZÉ DO CAIXÃO

06h – FINIS HOMINIS

08h – DELÍRIOS DE UM ANORMAL

10h – ENCARNAÇÃO DO DEMÔNIO

14h – INFERNO CARNAL

16h – A ESTRANHA HOSPEDARIA DOS PRAZERES

(16/04/2011: Os curtas que integram a primeira sessão são O UNIVERSO DE MOJICA MARINS, documentário de Ivan Cardoso filmado em 1978, A LASANHA ASSASSINA de Ale McHaddo, 2002 e PESADELO MACABRO, dirigido por Mojica em 1968, um dos episódios do longa TRILOGIA DE TERROR, que também conta com Ozualdo Candeias e Luís Sérgio Person na direção.)

Primeiro post de 2011!

Deixe um comentário

Começa um novo ano e novos filmes serão feitos… Alguns serão bons, outros ruins. Algumas obras se tornarão cada vez mais importantes com o passar do tempo e outras começarão a ser esquecidas.

Aqui no blog, pretendemos continuar falando sobre qualquer obra que tenha nos agradado (ou nos deixado impressionados com tamanha incompetência cinematográfica), seja um curta, longa ou média metragem, sem distinções ou preconceito, respeitando apenas a proposta inicial de falar sobre filmes que não tenham massiva exposição na mídia nacional e internacional de forma geral. Lembrando que, seguindo esta lógica, acabaremos falando de filmes que eventualmente alcançaram grandes êxitos no que se refere a premiações e reconhecimento da crítica (como os já citados KINATAY e LOS SIN NOMBRE), mas que não alcançaram o sucesso comercial ao redor do mundo, tornando-se assim desconhecidos para um público menos engajado na busca de novidades cinematográficas.

Daremos também maior enfoque a obras experimentais e amadoras, e vamos tentar localizar filmes cada vez mais raros e obscuros (por falta de um termo melhor) para resenhar; em contrapartida, não há como não prestar homenagem a filmes que são verdadeiros clássicos, porém tentaremos nos ater àqueles que possuem uma temática mais violenta, absurda ou ligada ao cinema exploitation de forma geral.

Continua a parceria com Renato Batarce, e eventualmente teremos uma resenha de um colaborador diferente por aqui. Pretendemos postar com mais freqüência, visto que nos dois primeiros meses fomos um pouco preguiçosos.

Acessem os links que ficam no menu ao lado, pois lá vocês encontrarão não somente outras fontes de informação sobre cinema como também acharão para download 90% dos filmes citados aqui, basta ter calma e procurar.

Para os que têm uma vida social praticamente nula e quiserem interagir conosco na net, sugiro que comentem os filmes/resenhas nos campos apropriados, ou que cliquem em “curtir” na página que foi criada no Facebook e nos sigam no Tumblr e no Twitter.

Morre Dino De Laurentiis (1919 – 2010)

Deixe um comentário

Morreu ontem em Los Angeles, aos 91 anos, o produtor Dino De Laurentiis.

Nascido na Itália, Dino começou sua carreira no início dos anos 40, e são atribuídas às suas empresas mais de 500 produções cinematográficas (embora no IMDB estejam creditados “apenas” 166 filmes… Além de ser uma tarefa inglória tentar desassociar o nome de Dino com o da filha Raffaella, que fundou uma produtora em 1987, e vários títulos de menor expressão são muito difíceis de verificar à qual dos dois seria correto creditar).

Dentre estas produções, temos verdadeiros clássicos do cinema, como NOITES DE CABÍRIA e A ESTRADA DA VIDA ambos de Federico Fellini; alguns blockbusters de suspense que é o caso de HANNIBAL e DRAGÃO VERMELHO; filmes épicos de ação/fantasia oitentista, na dobradinha truculenta  CONAN, O DESTRUIDOR e CONAN, O BÁRBARO e até espalhafatosas Space-Operas como visto em BARBARELLA e FLASH GORDON.

Como forma de homenagear este importante personagem da indústria cinematográfica, deixo aqui alguns trailers de obras máximas que foram produzidas por ele, e que combinam com o tema do blog. Divirtam-se:

(18/11/2010: Provando ser verdade o que eu havia comentado quando fiz este post, acabei cometendo um erro. Se vocês repararem bem, poderão ver nos créditos finais do trailer de CONAN, O DESTRUIDOR, que a produção ficou a cargo de Raffaella De Laurentiis…)